SOCIEDADE LAMATRONIKA - Página Oficial / Official Page

Photobucket - Video and Image Hosting

Translate

terça-feira, 22 de julho de 2014

O TARÔ DA LUA NOVA e MARIA TERESA MONTI

Por ©Giordano Berti

 
















Este baralho foi criado entre 1981 e 1983 pela artista italiana Maria Teresa Monti, que morreu em tenra idade, em 1991. O trabalho era bem complexo, tanto tecnicamente quanto em design. A execução sendo uma mistura de lápis, tinta e pavimentação em têmpera, pacientemente criado com uniformidade precisa. A iconografia retrabalha o clássico Tarô de Marselha, mas introduz várias inovações simbólicas e gráficas, começando com o fundo preto impressionante que realça fortemente cada detalhe. 
Os Arcanos Maiores e as cartas da Corte são perfeitamente reconhecíveis, apesar de numerosas inovações. A artista alterou as roupas e posturas dos personagens para torná-los mais dinâmicos, respeitando as cores tradicionais simbólicas. Em muitos casos, as configurações são reforçadas com decorações complexas.

 


As cartas semente não têm figuras, portanto a artista juntou os símbolos tradicionais do Naipe Italiano com brotos de hera que terminam em seus homólogos Naipes Franceses: Copas com Corações, Moedas com Diamantes, Bastões com Clavas, Gládios com Espadas.


O Tarô da Lua Nova tem o sabor de uma mistura delicada entre Art Nouveau e Art Naïve, preservando uma elegância e um frescor extraordinários.

 
Como Bonnie Cehovet escreve em Aeclectic Tarot: «Este é um belo baralho, muito fácil de ler, mesmo sem os títulos em inglês. Não é apenas um baralho para colecionadores, mas pode ser usado para o trabalho pessoal, leituras, bem como um manual de escritos diários – qualquer coisa que se esperaria de um baralho de tarô tradicional... É o presente de uma artista extremamente talentosa que deixou este planeta em uma tenra idade. Seu trabalho mostra coração e alma, e merece um lugar no mundo do Tarô».


Neste ponto, devemos dar algumas informações sobre a artista.

 
Durante os anos em que Maria Teresa Monti, "Terry" para seus amigos (Loiano, 1957 - Bolonha, 1991), trabalhou sobre os 78 Arcanos, ela viveu em um antigo Palácio no centro histórico de Bolonha (norte da Itália).

Seu estúdio doméstico estava transbordando com pinturas maravilhosas; todos os objetos, móveis e utensílios, eram fantásticas obras de arte. De uma torre medieval anexada ao seu estúdio, a vista podia varrer das planícies, as montanhas, e para além das montanhas, onde Terry nasceu

Foi nessas montanhas, como de um terraço olhando para o mundo, que a criatividade de Terry começou a vagar em todas as direções.

Depois de se formar na Escola de Arte, ela começou a exibir seus trabalhos em importantes Galerias de Arte. Ao mesmo tempo, ela tornou-se interessada em magia. Isso não foi coincidência: seu avô foi um renomado e temido "feiticeiro". O encontro com o Tarô era inevitável.
 
Terry viajou para a Europa, Ásia e Américas, faminta por conhecimento de lugares distantes e culturas estrangeiras; de cada viagem ela trouxe profundas inspirações artísticas.

Em Nova York, em 1981, ela teve uma breve associação com Andy Warhol e Keith Haring, que mais tarde influenciou seu trabalho no sentido de Pop Art. No início dos anos 80, no entanto, ela ainda estava  intimamente ligada ao Realismo Mágico, e os 78 Arcanos que ela criou estão profundamente enraizados neste assunto.



Colaborei com Terry na fase final de seu trabalho, fornecendo indicações sobre simbolismo e estabelecendo o título, "Tarô da Lua Nova". Estas cartas eram supostamente para ilustrar um livro meu. Entrei em contato com Stuart R. Kaplan e com Dal Negro para uma edição internacional, mas depois de longas negociações, não foi possível chegar a um acordo. Nem meu livro nem o Tarô de Terry foram jamais publicados; no entanto, Kaplan colocou uma resenha do Tarô da Lua Nova no terceiro volume da Encyclopedia of Tarot (pp. 391 e 396).

Infelizmente a artista já tinha falecido, no entanto, ela havia deixado muitas obras importantes, todas sutilmente imbuídas com a magia feminina que animou esta mulher extraordinária.


Após a morte de Terry, os 78 Arcanos permaneceram ocultos por 25 anos na casa da família Monti até 2007, quando foi emprestado ao Museo dei Tarocchi em Riola (Bolonha-Itália), onde ainda é exposto.

Em 2008 Morena Poltronieri, fundadora do Museo dei Tarocchi decidiu imprimir esta edição limitada de 300 cópias, com uma simples caixa preta.



Em 2014 eu decidi dar ao baralho uma nova caixa, consistente com as pinturas de Maria Teresa Monti. Esta bonita nova caixa foi criada pela designer de arte Letizia Rivetti e, foram feitas à mão as 88 caixas numeradas.

Cada baralho tem, é claro, a garantia original com o número atribuído pelo Museu do Tarô e a garantia extra com o número de seqüência da cada caixa.



O tamanho de cada carta é 86 x 151 mm. O tamanho da caixa é 120 x 190 mm, 55 mm de espessura.

Caixa criada  por Letizia Rivetti e feitas à mão por "Rinascimento Italian Style Art"
 


© 1983 Maria Teresa Monti © 1992 Emma and Stefano Monti
Todos os direitos reservados. Nenhuma imagem pode ser reproduzida ou transmitida de qualquer forma ou por qualquer  meio, eletrônico ou mecânico, sem permissão por escrito. Edição limitada de 300 cópias numeradas publicadas em 2008 pelo Museo dei Tarocchi - Riola (Bo) – Itália. Essa preciosa caixa foi criada para apenas 88 baralhos, projetada em 2014 por Letizia Rivetti e feitas à mão por "Rinascimento – Italian Style Art".
Apresentação de Giordano Berti - Tradução para o Inglês de Vic Berti - Tradução para o Português de Lilia Palmeira.



 
Giordano Berti é escritor e professor de História da Arte. 
Seus livros abordam, em um contexto histórico e acadêmico, as várias vertentes da Arte Hermética, como bruxaria, alquimia, heresias, gnosticismo e também o Tarô. 
Presidente e co-fundador do Instituto Grafi, Associação dedicada à pesquisa sobre Artes e Folclore, também organiza exibições de Arte e História. Sua reputação como Historiador de Tarô é de renome mundial, por isso Berti é consultor de uma das mais famosas editoras sobre o Tarô: Lo Scarabeo, Torino, Itália.  


© Tradução de Lilia Palmeira- 2014

SOCIEDADE LAMATRONIKA®

LinkWithin

LinkWithin